Criolipólise. Você sabe o que é e como funciona !?!? A busca por procedimentos estéticos menos invasivos é constante por parte tanto das mulheres quanto dos homens. E a tecnologia sempre contribui para desenvolvimento de novos equipamentos que tornam isso possível.

O que vamos apresentar aqui é a Criolipólise. Você já ouviu falar?!? Mas afinal o que é Criolipólise !?!?

o-que-e-criolipolise                Fonte: Imagens da Internet

 

É um método para redução da Gordura Localizada não invasivo, ou seja, sem agulhas e longes de cirurgias plásticas. Com a alta tecnologia de aparelhos específicos que através de aplicadores atuam na área do corpo que será tratada.

É um tratamento extremamente eficaz uma vez que são atingidos com uma única sessão.

Conheça a Origem da Criolipólise

A Criolipólise foi desenvolvida nos Estados Unidos, por pesquisadores da Universidade de Harvard que faziam parte da Equipe do Dr. Rox Anderson

Em 2008 os testes começaram. Em 2009 surgiu o aparelho e nesse ano foram mais de 100.000 tratamentos. Em 2010 o procedimento ficou disponível para o Público em Geral.
Para o Brasil foi trazido em 2012 e apresentado no III Simpósio de Cosmiatria, Laser e Outras Tecnologias.

Como funciona a Criolipólise

 

Como funciona a Criolipólise

Fonte: Imagem da Internet

 

Entender Como funciona a Criolipólise é muito importante, mas como já explicamos é um método não invasivo e também não agressivo. O fundamento da Criolipólise é o frio, ou seja o resfriamento intenso e totalmente localizado.

O fundamento das baixas temperaturas é para quebrar células de gorduras. Conduzindo-as de forma natural até a eliminação.

O procedimento acontece sem lesionar órgãos ou tecidos vizinhos ou nervos …

O aparelho possuí uma ponteira que é pressionada na área que será tratada. Ela resfria muito e de forma intensa a ponto de atingir e danificar as células de gordura. Lembrando que não machuca a epiderme.

Após o resfriamento a reação do organismo é com uma resposta inflamatória que leva à eliminação dessas células, determinando uma melhora no contorno corporal, devido à redução de medidas.

Realizada em sessões, a Criolipólise consiste em resfriamento controlado em células que podem sofrer esta queda de temperatura sem qualquer prejuízo, como as de gordurinhas localizadas na barriga, pernas, bumbum e culotes. Os braços e antebraços também podem se beneficiar com o método.

Um dos grandes diferenciais da Criolipólise é a quantidade de gordura eliminada em relação a uma lipoaspiração ou drenagem linfática. Ambos os tratamentos citados são populares, mas com redução de no máximo 10% de massa gorda de locais indesejados. Com o novo tratamento, cada sessão promete reduzir de 20 a 25% de gordura no local. É uma revolução na estética até o momento com tanta eficiência em pouco tempo.

Tipos de aparelhos para fazer Criolipólise

Existem diversos modelos de aparelhos para realizar a Criolipólise, porém você deve ficar atenta a questão do Registro da Anvisa

Já sabemos que a técnica é segura, aprovada desde 2010 pelo FDA (Food and Drug Administration, órgão governamental norte-americano responsável, dentre outras atividades, pelo controle de equipamentos médicos e estéticos).

 

Aparelho para Fazer Criolipólise Cooltech

 

 

 

No Brasil, o CoolTech utiliza a técnica de Criolipólise, tendo liberação da ANVISA (Agencia Nacional de Vigilância Sanitária) através do Registro nº 10343659003.

Website oficial do Fabricante

http://www.cocoonmedical.com/productos/medical/cooltech/

 

 

 

Áreas de Aplicação da Criolipólise

A criolipólise pode ser feita apenas em algumas partes do corpo, aquelas que se adaptam bem as ponteiras.

Numa seção é possível tratar áreas de qualquer tamanho com a Criolipólise, porém quando a área é maior o procedimento deve ser dividido em dois momentos para que toda a área seja tratada.

As áreas mais comuns são:

Barriga, Flancos, Culote, Papada, Costas e Braço e Antebraço

Segundo artigo exibido na Revista Online Istoé

“Os trabalhos também mostram que a quebra das células de gordura e sua eliminação pelo sistema linfático e pelo fígado não elevam a quantidade de gorduras no sangue. A pedido de ISTOÉ, o cientista Raul Dias dos Santos, diretor da Unidade de Dislipidemias do Instituto do Coração de São Paulo, avaliou esses estudos. “Aparentemente não há maiores alterações das gorduras no sangue (colesterol, triglicérides) após a criolipólise em pessoas com discreto aumento de gordura subcutânea. Mas um número maior de pessoas deve ser estudado”, afirma o pesquisador. O cuidado é fazer a segunda aplicação do Coolsculpting só depois de dois meses. “Não adianta acelerar o processo”, diz Valéria Campos – Dermatologista”. 

 

Veja como a Criolipólise Funciona. Elimine Gordura em uma Sessão